Nesta terça-feira (3) a Azul completou o seu primeiro ano de operações no aeroporto de Santo Ângelo, na região gaúcha das Missões. São atualmente quatro operações semanais para Porto Alegre – às segundas, quartas, sextas e domingos, com diversas opções de conexão para os demais destinos da Azul e parceiras.

Este voo é importantíssimo para a região, que desde 2014, com o encerramento das atividades da Brava (antiga NHT) não contava com nenhuma conexão aérea a qualquer cidade. Com esse voo, os santo-angelenses podem chegar à capital gaúcha em cerca de uma hora, uma grande vantagem em relação às seis horas de ônibus ou carro.

A conectividade também é outro ponto importante para essa nova ligação. A partir de Porto Alegre, é possível chegar a Campinas, Florianópolis, Navegantes e São Paulo (Congonhas) – considerando conexões possíveis de até quatro horas, tanto na ida quanto na volta. De Campinas, aliás, as opções são muito maiores, já que a cidade paulista é o maior hub da Azul, com possibilidade de chegar a diversos destinos, incluindo Fort Lauderdale na Flórida.

Assim é possível mensurar a importância desta rota para a região. E estatisticamente o voo vem sendo um sucesso: até maio, de acordo com os dados da Anac, foram 19349 passageiros transportados em ambos os sentidos, perfazendo um índice de ocupação de 81,8%.

Entretanto, os efeitos positivos deste voo não resumem-se apenas ao transporte de passageiros. A Azul Cargo Express, unidade de cargas da Azul, também se beneficia muito da grande abrangência da malha aérea da companhia, em parte responsável por seu crescimento consistente. Santo Ângelo participa deste crescimento: desde o início do voo, foram transportados por via aérea nesta rota 15350kg de carga paga.

Conversamos via Facebook com o representante da unidade da Azul Cargo de Santo Ângelo, Leandro Loppe. “Os negócios não poderiam estar melhores”, segundo Loppe. “Nossa loja começou um pouco antes, em 18/04/17 e até o aeroporto abrir nós levávamos as cargas a Passo Fundo. Hoje, atendemos mais de 45 municípios na região e também temos o Espaço Azul Viagens, onde comercializamos passagens aéreas e pacotes de viagem para o Brasil e o mundo. No mais, os serviços de logística estão muito bem e crescem diariamente, tanto em entregas na região, como no despacho para todo o Brasil, EUA, Porto Rico e agora Portugal”, comemorou o representante.

Como é perceptível, o transporte aéreo, em especial o regional, tem uma importância fundamental para o crescimento econômico, encurtando distâncias e facilitando a dinâmica logística de toda uma cadeia produtiva. Santo Ângelo foi mais uma beneficiada, e as próximas em nosso estado, por parte da Azul, possivelmente serão Bagé e Rivera (no aeroporto binacional que atenderá também a cidade gaúcha de Livramento). Também há planos da TWO Flex em parceria com a Gol de operar entre POA e Bagé, entretanto pouco foi comentado sobre essas operações nos últimos meses.

Desejamos que a Azul mantenha seu sucesso na região das Missões. E como sempre, caso tenhamos novidades sobre voos regionais em nosso estado, publicaremos aqui no Gaúchos Spotters!

Foto por João Machado

40156318470_53368de4c0_o