A Azul solicitou slots para dobrar suas operações entre Porto Alegre e Montevidéu. O voo atualmente é operado diariamente pelo Embraer 195, com capacidade para 118 passageiros, e receberá mais uma frequência diária com o mesmo equipamento. Caso o voo seja realmente aprovado e as frequências sejam postas à venda, será um belo incremento na oferta entre Porto Alegre e Montevidéu.
Os voos devem ter início no domingo 1º de julho, quando o voo da Azul entre POA e MVD completa dois anos de operação. Confira os horários:

AZU8756 POA-MVD – saída de POA às 11h55. (às segundas, quartas, sextas e domingos – a partir de 1º/07)
AZU8757 MVD-POA – chegada em POA às 16h55. (às segundas, quartas, sextas e domingos – a partir de 1º/07)

AZU8754 POA-MVD – saída de POA às 12h05. (às terças, quintas e sábados – a partir de 03/07)
AZU8755 MVD-POA – chegada em POA às 16h50. (às terças e quintas – a partir de 03/07)
AZU8755 MVD-POA – chegada em POA às 16h25. (aos sábados – a partir de 07/07)

Como sempre lembramos, os horários são previsões. Caso tudo seja aprovado e o voo seja posto à venda, publicaremos aqui no blog.
Em fevereiro de 2016 a Gol encerrou as operações entre as duas cidades, deixando ambas sem uma conexão direta, que só seria retomada em julho do mesmo ano pela Azul, com quatro frequências semanais operadas pelo ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros. Em outubro, os voos passaram a ser diários. Em maio do ano passado a Azul passou as operações para o Embraer 195. Em dezembro, a Gol retomou seus voos na rota com três voos semanais operados pelos 737-800, para 177 passageiros. Havia pedido de slots para duas frequências adicionais, mas ao que parece esses pedidos foram retirados.
Além disso, a Amaszonas Uruguay já declarou mais de uma vez nos últimos meses que este ano irá entrar na rota. O equipamento que deve realizá-la é o Bombardier CRJ-200, com capacidade para 50 passageiros.
Caso o voo da Amaszonas se concretize com 3 operações semanais (e desconsiderando eventuais operações extras), a oferta semanal no trecho POA-MVD terá passado, em um ano e nove meses, de 0 a 8612 assentos mensais, em um mês de 28 dias. Um aumento surpreendente!

Foto por João Machado